Topo
Blog UOL Música

Blog UOL Música

Categorias

Histórico

No aniversário de 30 anos de Sandy, confira a evolução musical da cantora em 10 sucessos

UOL Música

28/01/2013 06h00

Os 22 anos de estrada, milhões de discos vendidos e dezenas de sucessos nas paradas brasileiras, à primeira vista podem indicar alguém que já passa dos 50. Mas com algumas pistas, como "Maria Chiquinha", "As Quatro Estações" e "Pés Cansados" fica muito fácil descobrir que a cantora descrita é Sandy. Figura conhecida dos brasileiros desde o início da década de 1990, ela comemora 30 anos nesta segunda-feira (28) ocupando o posto de uma das maiores queridinhas do país, com uma legião de fãs que acompanhou todas as fases de sua vida, desde a infância até a fase de adulta.

Dona de um repertório onipresente nas rádios do Brasil nas últimas duas décadas,  principalmente no período em que esteve ao lado do irmão Junior, Sandy já cantou sertanejo e até passou pelos anos 50 até chegar à fase pop que a consagrou. Na comemoração de seu aniversário, a Rádio UOL conta a história musical da cantora em 10 sucessos que marcaram sua trajetória e mostra sua evolução ao longo de todos esses anos.

1991 (8 anos) – Maria Chiquinha: Com a voz bastante estridente, típica das crianças,  Sandy e o irmão Junior iniciam a carreira aproveitando o grande sucesso do pai Xororó e lançam o disco "Aniversário do Tatu", com uma clara influência sertaneja. "Maria Chiquinha", o maior hit do disco, estourou em todo o Brasil e a dupla mirim, com toda a sua fofura, caiu no gosto do público. Com bastante interação entre os dois, a faixa atrai tanto os meninos quanto as meninas para a multidão de fãs que se formava.

1993 (10 anos)Tô Ligado em Você: A dupla deixa a linha sertaneja de lado e aposta na pegada dançante dos anos 50. Sandy ainda divide a responsabilidade nos vocais com o irmão e sua voz fica menos infantil, começando a ganhar as características da atual.  Com a versão em português de  "You're The One That I Want" (do filme Grease), emplacam a dançante "Tô Ligado em Você" e dão uma guinada em direção ao pop.

1995 (12 anos)Vai Ter Que Rebolar: A mudança na voz de Sandy é evidente e a entrada na pré-adolescência ajuda a encorpar seu tom. Com dois anos a menos, a de Junior ainda soa infantil e não acompanha a irmã, o que deixa a diferença sonora bastante acentuada. A letra, apesar de voltada para crianças, começa a ficar um pouco mais ousada e a brincar com o amor. Nesse período que a dupla incorpora de vez o estilo pop.

1997 (14 anos)Inesquecível: A cantora já tem voz adulta e assume definitivamente a liderança nos vocais. Esse amadurecimento se reflete nas letras, cheias de sentimentalismo e retratos do sofrimento que o amor proporciona, temas que passam a aparecer nas composições com mais frequência. A tristeza é tratada de forma mais direta e a fase infantil fica definitivamente para trás.  A prova da evolução é o convite do tenor italiano Andrea Boccelli para gravar a versão brasileira  do sucesso "Vivo Per Lei".

1999 (16 anos)As Quatro Estações:  Em plena adolescência, Sandy passa a compor e retrata a paixão de forma bastante poética na faixa título dos disco de 1999, com uma letra cheia de imagens . A música ganha ainda mais valor quando Marcelo Camelo faz um dueto com a cantora no Acústico MTV, oito anos depois. É com essa idade que ela começa o namoro com o futuro marido Lucas Lima.

2001 (18 anos)Não Dá Pra Não Pensar: Já na vida adulta, vive um ano memorável, que entre os pontos altos tem a participação no Rock in Rio 3, show para mais de um milhão de pessoas em João Pessoa (PA) e posto de protagonista na novela "Estrela Guia"(Globo). Com "Não Dá Pra Não Pensar", a dupla não altera a fórmula de sucesso que a consagrou, com músicas românticas e animadas, que tratam o sofrimento de forma mais branda, sem traços de frustração ou tristeza acentuada.

2002 (19 anos)Love Never Fails: Depois de muito sucesso no Brasil, a dupla arrisca carreira internacional, no projeto que talvez tenha sido o menos bem-sucedido de sua trajetória. Com todas as letras em inglês, "Internacional" não emplacou nos Estados Unidos e trazia uma Sandy bastante esforçada no inglês, que tentava conquistar os norte-americanos com o mesmo carisma e forma de cantar que a levaram ao topo em território nacional.

2007 (24 anos)Abri os Olhos: O Acústico MTV é o último disco da dupla e mostra o prestígio dos irmãos no meio musical ao contar com participações de Marcelo Camelo, Lulu Santos e Ivete Sangalo. Além dos maiores sucessos da carreira, o trabalho apresentava três inéditas. Entre estas, "Abri os Olhos", composta em parceria com Lucas Lima, cuja letra bastante pessoal já dava sinais do que os fãs poderiam esperar de sua carreira solo. No ano seguinte, Sandy também começaria uma nova fase no ambiente pessoal, agora como mulher casada.

2010  (27 anos) –  Pés Cansados: No primeiro disco solo, Sandy fez um verdadeiro desabafo através de suas letras. "Pés Cansados"  retrata de forma séria e dramática uma mulher que canta para se libertar e que parece tirar um peso enorme das costas ao iniciar uma nova fase da vida.

2012 (29 anos)Aquela dos 30: No seu primeiro EP, "Princípios Meios e Fins" Sandy aparece mais solta e extrovertida. Com "Aquela dos 30" ela recupera o ânimo latente de sua adolescência e adota um tom mais bem-humorado, para cima. Os problemas são tratados de maneira mais otimista e a "crise dos 30", se é que ela existe, é encarada com a melhor das expectativas.

Ouça os sucessos de Sandy na Rádio UOL:
"Manuscrito"
"Princípios, Meios e Fins"

Clique aqui e curta os maiores hits de Sandy & Junior

Sobre o Blog

Este é o blog oficial do UOL Música Deezer. Com ele, nós da equipe e nossos colaboradores podemos nos comunicar com os ouvintes, sugerindo, informando, divulgando e discutindo tudo que diz respeito ao universo musical. E é claro, ouvindo o que vocês têm a dizer. Ouça, leia e comente!

Mais Blog UOL Música